terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Estudo: Introdução a Colorimetria!

A colorimetria é o estudo das cores, englobando o conhecimento e o efeito delas em relação à luz natural ou

artificial.

Para entendermos a colorimetria é necessário compreender como é formada a estrela colorimetrica.

A estrela é formada a partir de dois triângulos; no primeiro triângulo temos as cores primárias que são

formadas pelo vermelho, azul e amarelo e no segundo triângulo temos as cores secundárias verde,

laranja e roxo que são a mistura em partes iguais das cores primárias. Temos ainda o marrom que

é a mistura das três cores primárias.


Cores Primárias: AZUL, AMARELO, VERMELHO.

Cores Secundárias: VERDE, LARANJA, VIOLETA.


Nas colorações as cores são representadas por numeros, ou seja, os números após a vírgula representam os reflexos fantasias. Como mostrado na estrela acima.

Teoria de Oswald:

A teoria de Oswald diz que duas cores igualmente neutralizam a cor que se encontra na linha convergente

ou seja, o vermelho neutraliza o verde, o roxo neutraliza o amarelo, o azul neutraliza o laranja e vice-versa.

Esta neutralização é importante, principalmente na hora da correção de reflexos indesejados, como

o amarelo e o laranja.

Cores Fundamentais

As cores fundamentais representam a altura do tom no qual sera aplicado, seja para clarear ou para escurecer, também são representados por números nas colorações, é o número que vem sozinho ou antes da vírgula.

01 - Preto

02 - Castanho escuríssimo

03 - Castanho escuro

04 - Castanho (médio)

05 - Castanho claro

06 - Loiro escuro

07 - Loiro (médio)

08 - Loiro claro

09 - Loiro muito claro

10 - Loiro ultra claro

12 - Loiro Blonde (blondíssimo)


Reflexos Fantasias

São os pigmentos que quando usados sozinhos ou misturados dão um novo reflexo aos cabelos. Estas nuances não tem o poder de cobrir 100% dos brancos. Também são expressados por números e se encontram logo após a vírgula.

,1 - cinza

,2 - irisado (violeta)

,3 - dourado

,4 - acobreado

,5 - acaju

,6 - vermelho

,7 - marrom

,8 - mate

Fundo de clareamento

Para obter os tons e feflexos desejados numa coloração, é importante considerar o fundo de clareamento.

Os cabelos até a altura do castanho médio possuem fundo de clareamento vermelho e, de acordo

com a tabela veremos que a cada tom mais claro o fundo vai clareando, passando pelo laranja até chegar

ao amarelo. Devemos sempre considerar à altura do tom que a cliente deseja, para evitar que o fundo de clareamento se sobressaia sobre a cloração utilizada.

Por exemplo, para trabalhos de clareamento em que a tonalidade desejada seja louro médio ou louro claro, o fundo laranja pode ser evitado utilizando tons acinzentados ( ,1) pois eles se encontram opostos ao laranja na Estrela de Oswald.

Se a tonalidade desejada for Louro muito claro ou Louro claríssimo, o fundo amarelo pode ser evitado

utiizando os tons irisados ( ,2) .





Nomenclatura das tintas:

Uma cor é formada a partir da mistura de medidas de pigmentação desejando um resultado final,

ou seja, manipulando as cores obtemos a nuance desejada.

Como funciona a nomenclatura das tintas:

O primeiro número nos da à altura do tom que vamos trabalhar. O segundo número que vem logo após a

virgula ou a barra nos dá o primeiro reflexo fantasia, ou seja, o reflexo que vamos ver abaixo da luz

natural ou artificial.

Exemplo:

Altura do tom 7,1 reflexo fantasia

loiro médio cinza

Outro exemplo é de quando eu tenho dois números após a vírgula, significa que o segundo número modifica o

primeiro. O que pode dar lugar a um terceiro reflexo fantasia.

Exemplo:

5,54
castanho claro acaju acobreado



Quando o número que vem após a vírgula é o zero em primeiro lugar e acompanha outro reflexo em segundo

lugar significa que o zero irá suavizar o segundo reflexo.

Exemplo:

6,03
louro escuro natural dourado

Este exemplo mostra um reflexo fantasia intenso duplicando-se a numeração respectiva.

Exemplo:

6,66
louro escuro vermelho intenso

Diferença entre Tinta e Tonalizante

A coloração permanente (tinta) ou a coloração semi-permanente (tonalizante) tem basicamente uma única diferença, a tinta possui a amônia e o tonalizante não possui.

A amônia (NH3) tem a função de 'abrir' as cutículas para que o PH (água oxigenada) clareie os pigmentos naturais e seja depositado os novos pigmentos existentes na tinta dando a nova tonalidade. Importante lebrar que tinta não clareia tinta, só pigmentos naturais.

O tonalizante não possui amônia, logo os pigmentos são depositados no lado externo dos fios fazendo uma espécie de 'maquiagem', com as lavações ira sair. A média de duração do tonalizante é de 30 dias, lembrando que ele não cobre 100% dos fios brancos e não tem poder de clareamento.

Maiores dúvidas entre em contato pelo email: joaopaulomuller@hotmail.com

Deixe seu comentário sobre este estudo.

Obrigado, João Müller.

8 comentários:

  1. paraens o vejo como um mestre na arte da colorimegrande ajuda,.tria. foi me de

    ResponderExcluir
  2. Oi!Gostei muito,ta muito esclarecedor :)
    So tenho uma duvida..o meu cabelo ta castanho 5.4 como vai ficar se tingir por cima com 7.7?
    Brigada!

    ResponderExcluir
  3. oi Tio, nossa voce é de mais. Parabéns pelo esforço diário, que voce continue crescendo e aprendendo para continuar sendo uma mega cabeleireiro que és. beijo Érica

    ResponderExcluir
  4. minha cliente misturou violeta genciana com creme; resultado, cabelo lilás, pois o tom dela é 9.poso faer uma lavagem clareadora/ obrigada

    ResponderExcluir
  5. estou em busca de muito conhecimento em colorimetria,fiquei feliz com estas informações e me ajudou bastante, tirei muitas duvidas que eu tinha. obrigada

    ResponderExcluir
  6. obrigada pela ajuda valeu mesmo eu não tinha nem idéia do era colorometria e agora já entendo bastante!!!

    ResponderExcluir